Tag Archives: equipe

Comunicação: elemento chave para o sucesso de equipes de alta performance

Resumo: A comunicação é o elemento chave para um bom desenvolvimento de equipes e profissionais, pois a maioria das posições laborais necessitam dessa contínua habilidade (…)


 

Segundo o Fórum Econômico Mundial, além das habilidades de tecnologia, as habilidades interpessoais estarão em alta nos próximos anos.

 

Embora seja importante que os profissionais trabalhem com a tecnologia, tem se percebido, no mercado global, a exigência crescente pelo desenvolvimento de habilidades especializadas como; colaboração, comunicação, empatia, resolução de conflitos, resiliência entre outras.

 

Percebe-se também que, entre essas habilidades comportamentais destacadas, a comunicação é elemento chave para um bom desenvolvimento de equipes e profissionais, pois a maioria das posições laborais necessitam dessa contínua habilidade. Seja a comunicação interpessoal entre colegas, clientes ou fornecedores.

 

A comunicação permeia todos os processos e relações em uma organização. Se há uma compreensão do seu papel essencial no ambiente de trabalho, será possível alcançar cada vez mais resultados e neutralizar as dificuldades do dia a dia na empresa.

 

A comunicação no ambiente de trabalho

 

Provavelmente, você já ouviu, e já observou, que a grande parte dos problemas existentes na sua empresa tem origem na comunicação. É a mais pura verdade! A comunicação é uma ferramenta estratégica e, quando a empresa –e seus colaboradores- passa a entender sua importância e a prática de forma eficaz, é quando os conflitos passam a diminuir, há menos retrabalho, mais coesão entre as equipes e, consequentemente, melhores resultados.

 

A comunicação no sistema empresarial tem dois objetivos principais que juntos influenciam no sentir-se parte, no espírito de equipe e melhor desenvolvimento das atividades laborais. São:

  •  Informar os colaboradores para que possam realizar suas atividades;
  • Favorecer às atitudes para cooperação e motivação na conquista de resultados.

 

Por meio da comunicação assertiva no ambiente interno empresarial, firma-se um vínculo, uma interação entre os colaboradores e, assim, pode-se alcançar o propósito comum. Sua tarefa é de ser meio para unir a atividade de uma organização, seu funcionamento e ações administrativas importantes como: gestão de projetos, estabelecimento, divulgação e conquista de metas, acompanhamento de estratégias, para o clima, engajamento e gestão de conflitos.

 

Por tudo isso a comunicação é uma habilidade tão importante e faz pensar o quanto pode ser investimento e solução para o sucesso de uma empresa.

 

E você, e sua empresa, tem investido na comunicação?

 

 

Tags:, ,

produtividade-no-trabalho

Porque o rendimento dos funcionários está abaixo do esperado?

Resumo: No post de hoje nós apontamos as principais distrações que ocorrem no ambiente de trabalho e afetam a produtividade e ensinamos as melhores táticas para combatê-las.


Trabalhar muitas horas, produzir pouco e viver com a sensação de que falta tempo: esses são alguns sinais de que a produtividade pode estar abaixo do esperado. Para muitas pessoas, concluir uma tarefa dentro do prazo é uma missão quase impossível. Enquanto os deveres se acumulam, cresce também a sensação de cansaço e estresse.

 

Atividades como checar e-mails a cada cinco minutos, acompanhar as redes sociais, conversar com colegas durante o expediente e participar de muitas reuniões podem levar à perda de rendimento.

 

Mas, afinal, como aumentar o rendimento e evitar a sensação de que sempre falta algo a ser resolvido? Apontamos as principais distrações que ocorrem no ambiente de trabalho e afetam a produtividade e ensinamos as melhores táticas para combatê-las. Confira abaixo.

 

Falta de gestão do tempo

 

Saber organizar o próprio tempo é o primeiro passo para ser mais eficiente. O ideal é fazer um planejamento prévio de pelo menos três dias, pois isso permite que o profissional se antecipe.

 

Dica: Entenda quais tarefas são realmente importantes; quais são urgentes e precisam ser resolvidas; e quais são circunstanciais, ou seja, tarefas imprevistas que podem ser eliminadas. Foque no que é importante e no que é urgente e elimine as circunstanciais.

 

Nós da Garbor in Company também oferecemos uma palestra com o tema 5 maneiras de otimizar o seu tempo que com certeza será muito eficiente para a sua equipe.

 

Falta de foco

 

Para aumentar a produtividade, é preciso conhecer os próprios objetivos e metas. Profissionais que não sabem as prioridades do trabalho estão mais sujeitos a distrações.

 

Dica: Defina as prioridades e depois faça um planejamento de curto, médio e longo prazo.

 

Dificuldade em dizer “Não”

 

Muitos profissionais têm o rendimento comprometido por causa das interrupções constantes de colegas de trabalho ou de chefes que pedem cada vez mais tarefas.

 

Dica: Comece a colocar limites e saiba dizer “Não”. Se você tem um colega que te chama para tomar café dez vezes por dia, por exemplo, explique para ele que você está organizando melhor seus horários.

 

Fofoca no ambiente de trabalho

Falar mal de colegas e se preocupar demais com a vida dos outros são situações que levam à perda de tempo e tornam o ambiente desagradável.

 

Dica: Evite o convívio exagerado com os fofoqueiros e não ajude a espalhar boatos. Fofocas e intrigas são situações que puxam para a negatividade. O melhor é respirar fundo, focar no que é importante e se desviar dessa energia que não leva a nada.

 

Multitarefas

 

Fazer muitas atividades ao mesmo tempo pode dispersar a atenção e diminuir os resultados.

 

Dica: A mente precisa estar focada em uma única tarefa de cada vez. Fazer várias coisas simultaneamente leva à perda de até 30% do tempo.

 

Redes sociais e e-mails

 

Facebook, WhatsApp, Instagram e Twitter são distrações aparentemente inofensivas, mas podem roubar muito tempo. Se o trabalho não exige o uso dessas redes, o ideal é evitá-las.

 

Dica: Separe um pequeno tempo no intervalo para checar as redes sociais. O mesmo vale para o e-mail: determine alguns momentos do dia para ler e responder as mensagens.

 

Sedentarismo

 

Mexer o corpo traz a sensação de bem-estar, o que pode aumentar o rendimento. Além disso, fazer exercícios de respiração ajuda a melhorar a concentração.

 

Dica: A atividade física é um combustível para a nossa produtividade e assertividade. A mente fica com maior clareza, a autoestima melhora e a pessoa se sente mais ativa.

 

Reuniões e ambiente dispersivo

 

Um ambiente de trabalho aberto e barulhento pode roubar a atenção do profissional. Telefone tocando, colegas que falam alto e aparelhos sonoros ligados podem reduzir os resultados.

 

Dicas: Para os profissionais, a sugestão é usar fones de ouvido. E os gestores devem ficar atentos ao volume gigantesco de reuniões, pois eles gastam tempo, e muitas vezes reunião demais é resultado de menos.

 

 

Fonte: arcauniversal

 


 

Tags:, ,

capital-humano-x-recursos-humanos

Você tem Recursos Humanos ou Capital Humano na sua empresa?

Resumo: Neste post você verá a importância do Capital Humano como diferencial competitivo para o seu negócio.


 

“Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele”  – Henry Ford

Ao longo dos últimos tempos, mais especificamente dos séculos XVIII, XIX, XX e XXI, a humanidade passou por três etapas da Revolução Industrial e conheceu três processos distintos de modelos produtivos nas indústrias que são: Taylorismo, Fordismo e Toyotismo.

 

Nos modelos de processos Taylorista-Fordista o operário era visto apenas como uma máquina – uma pessoa alienado que continha apenas uma especialidade-. Já no sistema Toyotista o trabalhador passa a ser visto como parte do processo e é mais colaborativo – aqui a empresa já o enxerga como Recursos Humanos.

 

Agora, na Era da Informação, o funcionário dentro de algumas corporações tem mais autonomia para executar as suas funções e participa de forma ativa nas decisões, ou seja, é um Capital Humano cheio de talentos.

“As empresas precisam parar de ter pessoas, elas precisam ter Capital Humano”.
Idalberto Chiavenato

 

E o que é Capital Humano?

 

É o conjunto de capacidades, conhecimentos, competências e atributos de personalidade que favorecem a realização do trabalho de modo a produzir valor econômico. São os atributos adquiridos por um trabalhador por meio da educação, habilidades e experiências.

 

Hoje as empresas que querem ter destaque no mercado precisam começar a investir em talentos, ou seja, no seu Capital Humano, porque são eles que vão fazer a diferença no seu negócio.  Investir em talentos não limita-se apenas às grandes empresas, a consciência da importância dos funcionários (independente de seu cargo dentro da hierarquia e do tamanho da empresa) é primordial para garantir a satisfação da equipe e ver os reflexos dos resultados no seu negócio.

O mundo está em constante mudança e enquanto você esta pensando em fazer alguma coisa, o seu concorrente provavelmente já fez, e não porque ele é mais rápido, mas porque ele tem mais Capital Humano que você.

Nunca esqueça essa frase: “São as pessoas que fazem as coisas acontecerem na sua empresa, e são elas mesmas que impedem que as coisas aconteçam”.

Entenda que as organizações mais do que nunca precisam de “Cérebros em Obra” e não de “Mão de Obra”, e elevar o índice de conhecimento na sua empresa é primordial para sobrevir a este mercado altamente competitivo.

 

Entre em contato conosco e saiba quais as soluções em Treinamento e Desenvolvimento que temos a oferecer para você, seus líderes e equipe.

 

Tags:, ,

Boas práticas de higiene pessoal no trabalho

Mesmo parecendo tão óbvio, o tema higiene ainda é um dos principais obstáculos quando o assunto é gestão de pessoas no ambiente de trabalho.

 

Neste artigo você verá a importância da higiene pessoal no trabalho para evitar doenças, e porque ela pode ser uma aliada para o seu crescimento profissional.

 

O que é higiene?

Higiene é um conjunto de técnicas e métodos preventivos que evitam doenças infecciosas e degenerativas. De modo geral, engloba limpeza, conservação e cuidados com o corpo e ambiente garantindo a saúde física, mental e social. Nossas atitudes no dia a dia contribuem significativamente para a nossa saúde e dos que convivem conosco.

 

Por que a higiene pessoal no trabalho é importante?

Cuidar da higiene pessoal é necessário para combater uma série de doenças causadas por vírus e bactérias e também para melhorar a qualidade de vida do indivíduo.

 

Durante o dia entramos em contato com várias pessoas e ambientes diferentes, sendo a grande maioria desses contatos físicos através das nossas mãos.

 

Agora, imagine a quantidade de bactérias e outros microrganismos que podem desencadear uma doença, pelo simples fato de você não lavar as mãos para comer, ou até para coçar os olhos, por exemplo?

 

Imaginou? São em média aproximadamente 150 tipos diferentes de bactérias, que poderiam ser evitadas se fossem utilizados os métodos preventivos de higiene pessoal corretamente e com frequência, como lavar bem as mãos ao entrar em casa após um passeio na rua ou até mesmo antes de qualquer refeição.

 

Além de cuidar da higiene pessoal como um todo, também é necessário prestar atenção na higiene mental, investindo mais no campo intelectual, espiritual, psicológico e comportamental.

 

Entende-se como higiene mental os cuidados que devemos tomar para garantir o equilíbrio comportamental e psicológico, garantindo às pessoas um bom convívio sociocultural. Isso envolve os hábitos no trabalho, descanso e os estudos.

História do banho no mundo

Hoje sabemos o quão é importante é a higiene pessoal para a nossa vida, mas nem sempre foi assim.

 

Ao longo da história da humanidade, muitas crenças e mitos foram criadas em torno do banho, e faziam as pessoas acreditarem (em alguns lugares do mundo) que banhar-se era um pecado ou até mesmo prejudicial à saúde.

 

Veja alguns fatos curiosos que marcaram essa história:

 

  • Império Romano: A prática do banho era comum e estava associada à higiene, espiritualidade – como uma forma de purificação do corpo – e esporte.

 

  • Idade Média: O ato de tomar banho passou a ser pecado. A igreja Católica teve papel fundamental nessa “imposição” através do papa Gregório I.

 

  • Este fato contribuiu para grandes surtos de doenças na Europa como a peste negra (peste bubônica) que dizimou mais de 200 milhões de pessoas.

 

  • Curiosidades: Os judeus nessa época foram perseguidos e massacrados pela Inquisição Católica, sendo considerados bruxos pelo fato de não ficarem doentes como os europeus. Isso porque eles praticavam dois simples hábitos: Lavar as mãos antes das refeições e tomar banho pelo o menos uma vez na semana.

 

  • XII e XII com as Cruzadas (movimentos militares cristãos em sentido à Terra Santa) o banho voltou a ser um hábito mais regular e popular.

 

  • XVI e XVII houve outro retrocesso sobre a prática do banho, agora quem contribuía para este fato era a classe média, que acreditavam que banhos frequentes abriam os poros e assim o corpo ficava mais vulnerável e suscetível a doenças.

 

  • Demorou mais de um século para o banho ser visto pelas pessoas como um ato benéfico para a saúde, mas ainda sim com muita resistência.

 

  • Na década de 30 era normal tomar banhos apenas aos sábados, com a respectiva troca da roupa íntima.

 

  • Mas foi apenas após a 2º Guerra Mundial, através da reconstrução de alguns países, é que esses passaram a ter maior facilidade para aquecer a água e a criação de chuveiros por toda a Europa.

 

  • Os hábitos de higiene também passaram a ser divulgados por cientistas do mundo inteiro e se fortaleceram por causa das grandes empresas de cosméticos que se formavam.

 

  • Já no Brasil, o fator cultural e climático influenciou os nossos banhos diários, que herdamos dos índios brasileiros.

 

Higiene no ambiente de trabalho

Um ambiente saudável esta relacionado às formas de higiene nele aplicadas. Não basta apenas a empresa cuidar da limpeza e manutenção dos espaços, é necessário os funcionários colaborarem para isso.

 

Como fazer a sua parte?

 

  • Não deixando copos de cafés e águas espalhados pela empresa;
  • Jogar o lixo no lixo, e se a empresa aplica a coleta seletiva, contribua com a mesma;
  • Não comer em cima da sua mesa ou teclado para não acumular restos de comida;
  • Não deixar embalagens vazias de comida em gavetas;
  • Cuidar dos ambientes em comuns como refeitórios, cozinhas ou banheiros;
  • Para os fumantes, evitar fumar em horário de trabalho, ou se o mesmo for necessário, jogar as bitucas em locais corretos, e não em qualquer lugar.
  • Fique atento aos hábitos e tenha boas práticas;
  • Corrija maus comportamentos.

 

Sua imagem pessoal é importante?

 

Mesmo parecendo tão óbvio, o tema higiene ainda é um dos principais obstáculos quando o assunto é gestão de pessoas.

 

Isso porque as pessoas têm origens, hábitos, comportamentos distintos e dessa forma entendem e fazem de diferentes formas a sua limpeza pessoal.

 

Mas além dos cuidados com a higiene pessoal para a saúde, ela também é uma aliada para o crescimento profissional do individuo.

 

Uma imagem profissional de sucesso vai além das roupas e dos bons modos, o cuidado com a aparência é fundamental para qualquer profissional, independente do cargo e da empresa na qual trabalha. É uma obrigação que nós temos, afinal, você talvez não trabalhe sozinho.

 

A sua apresentação pessoal pode ser um fator determinante para transmitir uma imagem positiva, e o principal, você é 100% responsável pela sua comunicação ser falha ou  bem sucedida.

 

Dicas para cuidar da aparência no trabalho

“Você é um produto vendendo outro produto”.

 

Com práticas e hábitos simples é possível manter uma ótima postura profissional e também os amigos e companheiros de trabalho por perto (se é que você me entende!).

 

Vamos lá para algumas dicas importantes pra homens e mulheres:

 

Higiene Corporal

 

  • Tomar banho diariamente: Muito importante para evitar doenças de pele.
  • Escovar os dentes pelo menos 3 vezes ao dia: Evita mau hálito e cáries nos dentes.
  • Manter as unhas cortadas e limpas: Evita contaminações por bactérias.
  • Lavar as mãos frequentemente: Evita contaminações por bactérias.
  • Manter os cabelos e barbas cortadas e aparadas: Garante um ótimo visual profissional.
  • Roupas limpas e sempre passadas: Evita as pessoas pensarem que você é desleixado.
  • Usar desodorantes: Evita odores nas axilas.
  • Use perfumes suaves: Nada de passar perfumes fortes para o trabalho, dê preferência para as colônias que são mais suaves.
  • Evite fumar no ambiente de trabalho: Para não ficar cheirando a cigarro. Geralmente o fumante já não sente seu próprio cheiro, mas para quem não fuma, o cheiro do colega pode ser algo insuportável.

 

Higiene Mental

 

Como já falamos a higiene mental também é muito importante para a nossa saúde como um todo.

 

  • Por esta razão, procure dormir 8 horas por noite para manter corpo e mente relaxados no dia seguinte, por isso o ambiente pra dormir deve ser limpo, arejado, com temperatura e iluminação agradáveis para que a noite de sono seja revigorante.
  • Higienize a sua mente: Mais conteúdos bons e menos conteúdos ruins. Simples assim.
  • Não contamine sua mente com informações sobre violência, corrupção, etc, que estão o tempo todo nas manchetes de jornais. Em vez disso, leia um livro interessante, faça alguma atividade física, escute músicas, saia com os amigos, etc.
  • Especialistas acreditam que essas atividades podem contribuir para uma boa memória e melhor concentração, o que ajudam no desempenho profissional.

 

Higiene é mais que um hábito diário, é qualidade de vida

Depois de todas essas informações, espero ter te convencido da importância da higiene nas nossas vidas, pois como o título mesmo sugere: Isso tem a ver com qualidade de vida.

 

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe com aquelas pessoas que precisam de um empurrãozinho extra!

 

Não deixe também de conhecer a nossa palestra: “Boas Práticas de Higiene Pessoal no Trabalho” e leva-a a seus colaboradores em Sipats ou outros eventos.

Tags:,