3 simples passos para ter funcionários comprometidos

3 simples passos para ter funcionários comprometidos

Resumo: Existem 3 simples passos para ter funcionários comprometidos, que qualquer empresa pode aplicar para melhorar os resultados da  equipe no próximo trimestre. E é sobre esses passos que vamos falar neste post.

__________

 

Você gostaria que seu funcionário fosse mais comprometido com a produtividade e tivesse melhores resultados que refletirão na sua empresa mesmo em tempos de instabilidade econômica?

 

E se eu disser que isso é possível se você seguir apenas 3 simples passos, que vou te mostrar agora neste post. Parece interessante não é mesmo?

 

Então, continue comigo e veja se isso é familiar no seu dia-a-dia.

 

Diariamente em minhas conversas com empresários, gerentes de Recursos Humanos e Técnicos de Segurança, me deparo com quase as mesmas dificuldades, quando o assunto é o funcionário.

 

De um modo geral, todos esses problemas estão relacionados à:

 

  • Falta de comprometimento;
  • Desmotivação;
  • Baixa produtividade;
  • E, em casos mais sérios, acidentes de trabalho (por falta de atenção)

 

Muitas vezes, quando o funcionário não consegue separar o lado pessoal do lado profissional, os problemas familiares acabam interferindo e prejudicando o seu desenvolvimento dentro da empresa.

 

Isso acontece pela falta de conscientização em relação as suas obrigações e deveres na construção de resultados pessoais e profissionais para a empresa na qual trabalha.

 

A família é um dos pilares mais importantes das nossas vidas, e é normal agirmos com emoção, afinal, como é que o seu funcionário pode ir trabalhar bem, sabendo que o seu filho esta doente ou com algum problema mais sério, ou até mesmo que tem uma dívida que não consegue pagar?

 

Mas o fato é que, se ele não se conscientiza que a empresa é a continuidade do seu lar, e que é dali que ele tira o sustento para a sua família, ele pode acabar perdendo este emprego por estar cometendo várias gafes no ambiente de trabalho e criar um problema ainda maior.

 

A falta de investimento das empresas nessa conscientização tem levado muitos funcionários ao individualismo e na busca de seus próprios interesses, sendo que na hora da entrevista para o emprego, a preocupação desse funcionário esta em saber quais os benefícios que a empresa tem a oferecer, e não se preocupam em saber o que a empresa espera deles.

 

Mas fique tranquilo. Neste post você vai aprender a administrar melhor todos esses problemas, de uma maneira simples! Por que eu vou te mostrar 3 simples passos que você poderá começar a aplicar agora, para que o seu funcionário se sinta valorizado e  consequentemente mais comprometido com a sua empresa.

 

Afinal, como fazer para ter funcionários comprometidos com a empresa?

Posso apostar que essa deve ter sido uma das repetidas perguntas que você tem feito durante todos os anos de existência da sua empresa, tenho certeza que agora que esta prestes à saber dessas 3 dicas simples que venho dado a maioria das empresas que atendo, você não vai querer ignorá-la, vai?

 

Então preste bastante atenção nessas dicas, que requerem atitudes bem simples, mas com um poder enorme.

 

Passo #1. Faça o seu funcionário te enxergar como amigo e não inimigo.

Infelizmente ainda hoje, o empresário é visto pela maioria dos seus funcionários como o vilão, aquele cara mercenário e egoísta, que só age a seu favor e pensando no seu lucro.

 

Se você acha que passa essa imagem à sua equipe, comece a repensar as suas atitudes, pois o bom líder é aquele que têm aliados e não inimigos. E como fazer isso?

 

  • Mostre aos seus funcionários que você se importa com eles e com os seus problemas, mas em contrapartida, que ele tem obrigações e deveres enquanto profissional dentro da empresa;

 

  • Se o teu funcionário tem algum problema pessoal de urgência para resolver, após avaliar o caso, dê folga para ele. Existem casos que merecem ser avaliados com carinho. Pois como já citei lá e cima, ele pode ter o filho com algum problema de saúde ou até mesmo a esposa, e é melhor ele ter 1, 2, 3 dias de folga, do que acabar se acidentando por falta de atenção e, a empresa ter que arcar com as consequências. Mas, deixe bem claro que ele terá que compensar de outra maneira, esses dias que ele não irá trabalhar. Lembre-se, você também tem problemas, e se sentiria injustiçado se alguém não pudesse compreendê-los.

 

  • Comunique-se de forma clara e objetiva com o seu funcionário: ele precisa entender que é você o Capitão do Barco, mas que ele também pode dar sugestões construtivas e dependendo da sua tarefa ou cargo, até mesmo tomar decisões que não prejudiquem o sistema, ou melhor, o barco.

 

Nós sempre dizemos aos nossos clientes, que a empresa deles é uma grande casa, e que os seus funcionários são os filhos. Para tê-los por perto, você precisa moldá-los! Saber compreender (e não dar tudo), ser amigo e educá-los (dedicarei um tópico exclusivo para discutirmos essa educação).

 

O que você precisa entender com tudo isso que acabei de falar, é que o ser humano age na maioria das vezes pela emoção e, entrando um pouquinho na psicologia, existe um poder para capturar o público, influenciar nas decisões e motivá-los a agir da maneira com que você queira com que eles ajam. E, este poder está relacionado à persuasão, que provem da psicologia social.

 

Através da psicologia da persuasão, nós podemos desenvolver habilidades para exercer influência sobre as decisões das pessoas.

 

O principal objetivo na hora de aplicar a psicologia da persuasão é de conseguir aliados, amigos, ou seja, funcionários mais comprometidos, motivados e por aí vai.

 

Pois quando você faz um favor para alguém, essa pessoa se sente na obrigação de retribuir este favor, para não serem considerados ingratos.

 

Pense em seu dia-a-dia! Por acaso, não é muito mais fácil conseguir que uma pessoa faça algo em que nós estamos interessados, depois de haver recebido um presente (ou uma folga, por exemplo)?

 

Veja bem, usei o exemplo da “folga” aqui apenas para ilustrar a situação, mas que fique bem claro, não estou dizendo que você precisa sair dando folga para os seus funcionários. É você quem sabe, o que dentro da sua empresa, é possível fazer e como dá para agir.

 

Você com certeza deve querer ser visto pelo seu funcionário, como amigo e não como inimigo, porque assim como a psicologia da atração pode exercer um poder positivo no seu dia-a-dia, a falta dele, também pode trazer grandes conflitos.

 

Passo #2. Tenha em sua empresa a política de portas abertas

Uma empresa que faz isso muito bem é Grupo Walmart, que adota a Politica de Portas Abertas, para estimular a comunicação das equipes com as lideranças, encorajando a comunicação de violações às políticas internas ao Código de Ética para a gerencia, ou a área de Recursos Humanos.

 

Em outras palavras você deve fazer o seu funcionário entender que ele também deve participar das tomadas de decisões da empresa.

 

  • Encoraje os a trazer novas ideias, palpites, projetos. Quer alguém melhor do que ele, que esta vendo o problema, sentindo o mercado todos os dias, para solucionar algo que você como empresário, gerente de Recursos Humanos, ou técnico de segurança, não estão vendo?

 

  • Faça uma caixinha de sugestões e coloque na recepção da sua empresa. Tenho plena certeza que as sugestões ou reclamações surgirão para melhorar uma determinada situação.

 

  • Faça todos da sua equipe se conscientizarem das metas diárias, semanais, mensais e até anuais da sua empresa. Quando todos sabem quais são as suas missões e deveres, fica muito mais fácil cobrar os resultados.

 

E este é um dos grandes erros que eu vejo a maioria das empresas cometerem. As metas ficam resguardadas apenas ao Setor Administrativo ou ao Setor Comercial.

 

O seu funcionário precisa sentir que ele tem importância dentro da empresa e que faz parte dessa meta. Caso isso não ocorra, ele vai se sentir apenas mais um e é aí, que você consegue distinguir nitidamente, o bom funcionário, daquele meia boca, que só esta ali, por causa do salário no fim do mês, e não porque esta comprometido com o seu trabalho.

 

Passo #3. Invista na qualificação pessoal e profissional do seu funcionário

Nós acreditamos que uma empresa por si só não move montanhas, e por mais maquinários que tenha, ela ainda precisa de pessoas para manuseá-los. E ter funcionários comprometidos e motivados nos dias de hoje é essencial para o sucesso de qualquer empresa, independente do seu porte.

 

Estamos em um tempo em que não existem milagres, e se você pretende melhorar os resultados da sua empresa, independente da situação econômica atual do país, ter funcionários comprometidos e satisfeitos, e principalmente crescer no próximo trimestre, você precisa investir na sua equipe de trabalho.

 

Somente investindo na capacitação pessoal e profissional dos seus funcionários é que você terá uma equipe motivada, qualificada e principalmente COMPROMETIDA com os resultados da empresa.

 

Treinar e capacitar profissionalmente o seu funcionário, ainda é a única maneira de você reduzir custos dentro da empresa e insatisfações.

 

Funcionário treinado e capacitado sabe qual é o seu papel dentro da empresa… E sabe também que suas ações influenciam diretamente nos resultados da empresa na qual trabalham.

 

Caso o contrário, se não houver este investimento, sua equipe será a mesma:

 

  • A mesma desmotivação;
  • A mesma falta de comprometimento;
  • E talvez os mesmos – resultados – ou até piores – dos últimos anos.

 

E eu tenho certeza que você não quer isso, quer?

 

Pensando nisso criamos um treinamento prático e eficaz que tem como objetivo fazer com que cada participante repense sua atuação na empresa, antecipando-se aos problemas, descobrindo a causa, dando a solução em busca de melhores resultados, assim vendo uma série de problemas no dia a dia.

 

Os Encontros Proativos são treinamentos presenciais que tem como objetivo intermediar na comunicação entre funcionários e líderes de uma empresa, proporcionando assim, a reflexão às mudanças contribuindo no comprometimento organizacional da equipe.
Para destacar-se no mercado não basta ter apenas um produto ou serviço de qualidade, é necessário ter uma equipe motivada, engajada e comprometida com os resultados do seu negócio.

 

É isso que estamos dispostos a fazer por você! Achou interessante, conheça mais sobre os Encontros Proativos e se você for de Curitiba e região metropolitana, solicite uma visita na sua empresa.

 

 

 

Comente aqui!

Deixe um comentário :)