Comportamento

Category Archives:Comportamento

A-Triade-do-Cerebro-Saudavel

Cansado?! 6 Maneiras fáceis para equilibrar corpo e mente

Resumo: Cansado?! Saiba como equilibrar corpo e mente para se manter saudável e ativo profissionalmente garantindo a sua saúde física e mental.


 

A diferença entre um remédio e um veneno é a dose. – Paracelso

 

  • Você tem se sentido cansado com frequência?
  • Tem a sensação de que o seu cérebro não pára,  mesmo quando está dormindo?
  • E para piorar, mesmo trabalhando muito, a sua produtividade não rende?

 

Estes podem ser alguns dos sinais de que o seu corpo está com estafa mental, que nada mais é, do que a falta de energia e motivação para fazer atividades comuns do dia a dia.

 

Muitos profissionais do século XXI tem sentido estes sintomas por enfrentarem uma correria diária, já que cada vez mais as empresas precisam de “cérebros em obra” e menos  “mãos de obra”.

 

Por isso equilibrar corpo e mente neste momento para nos mantermos saudáveis e ativos profissionalmente é essencial para a sua saúde física e mental, por isso preparamos 6 Maneiras fáceis para você equilibrar corpo e mente.

 

>CONTRATE A PALESTRA: EQUILIBRANDO CORPO E MENTE

 

COMO EQUILIBRAR CORPO E MENTE

 

Você gostaria de viver 90 anos de idade? 100? E 110 anos de idade?

 

A maioria das respostas para essa pergunta são: “Eu até quero viver bastante, no entanto, eu só quero viver muito se o meu cérebro for capaz de tomar decisões, de lembrar das coisas e permanecer saudável.”

 

De acordo com cientistas, nossa expectativa de vida para os próximos 10 anos irá aumentar e viveremos cada vez mais.

 

Entretanto, o que poucos de nós sabemos é que o estilo de vida dos brasileiros está entre os piores que existem no planeta, em relação aquilo que pode prejudicar o nosso cérebro.

 

Existem sim, determinismos biológicos, fatores genéticos que fazem com que cada um de nós tenha uma propensão para desenvolver determinadas doenças que afetam o cérebro, como Alzheimer, depressão, ansiedade entre outras, mas o estilo de vida é um fator relevante que contribui para aumentar ou diminuir o risco de desenvolver algumas delas, de acordo com o Dr. Fabiano Moulin, médico neurologista em seu vídeo: Alzheimer: a doença de uma sociedade.

 

Isso significa que existem atitudes que você pode começar a ter agora que vão proteger seu cérebro contra males futuros e equilibrar corpo e mente mantendo-os saudáveis.

 

 

O QUE FAZER PARA CULTIVAR A SAÚDE DO CÉREBRO?

 

Conheça A Tríade do Cérebro Saudável e quais são as formas cientificamente validadas para preservar a saúde e juventude do cérebro.

 

1. DORMIR FAZ BEM PARA A SAÚDE

 

como-equilibrar-corpo-e-mente-dormindo-bem

 

Dormir mal mata. O risco de todas as doenças aumenta se você dorme mal. É durante o sono que ocorrem diversos processos importantíssimos ao organismo como a eliminação de toxinas e a organização de nossas memórias, de acordo com o artigo “Sleep quality and preclinical Alzheimer disease”.

 

De acordo com a National Sleep Foundation’s, estudos mostram uma mudança na quantidade ideal de horas dormidas por dia, de acordo com as faixas etárias. Veja a seguir :

 

  • Recém nascidos

0 a 3 meses: 14 a 17 horas

  • Bebês

4 a 11 meses: 12 a 15 horas

  • Crianças

1 a 2 anos: 11 a 14 horas

3 a 5 anos: 10 a 13 horas

6 a 13 anos: 9 a 11 horas

  • Adolescentes

14 a 17 anos: 8 a 10 horas

  • Jovens

18 a 25 anos: 7 a 9 horas

  • Adultos

26 a 65 anos: 7 a 9 horas

  • Acima de 65 anos:

7 a 8 horas

 

2. ATIVIDADE FÍSICA REGULAR

como-equilibrar-corpo-e-mente-com-atividade-fisica

 

Se você quiser preservar seu cérebro você precisa preservar seu corpo. Se o seu corpo não estiver saudável, seu cérebro muito provavelmente estará doente.

 

O esporte, você escolhe! A combinação de atividades que desenvolvam a atividade cardiovascular e o desenvolvimento muscular por pelo menos 3 horas, diluídas durante 1 semana, podem auxiliar na manutenção da jovialidade do seu cérebro.

 

O descanso é também muito importante. Não acredite que quanto mais atividades físicas você fizer, mais saudável você será.

 

Um estudo mostra  que uma pessoa com grande preparo cardiovascular tem um maior volume de massa cinzenta. Ou seja, o cérebro delas funcionam melhor, tem melhor regulação emocional, são mais focadas, tem menos oscilações de humor e tantos outros benefícios.

 

Outro dado importante constatado por essa pesquisa comprovou que fumar destrói a massa cinzenta do cérebro e também prejudica a saúde dos pulmões. Todos os estudos que investigam a saúde do cérebro pedem atenção à pressão cardiovascular.

 

Pressão alta e o índice de glicemia e colesterol altos também provocam interferências em nosso cérebro.

 

A maior e principal revista cientifica no mundo, a Nature, divulgou o ranking de 46 países mais sedentários do mundo e o Brasil ficou na 40º posição. Isso mostra que, além da educação precária dos brasileiros, o sedentarismo também prejudica a saúde a longo prazo.

 

3. ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

 

como-equilibrar-corpo-e-mente
O corpo é uma máquina biológica e como uma máquina, nosso desempenho advém do nosso combustível.

 

Algumas indústrias estrangeiras de alimentos como a Hershey’s, por exemplo, ao chegarem no Brasil, tiveram que adaptar sua fórmula inicial ao “gosto brasileiro”, isso porque o somos  muito afeitos ao açúcar, embora este ingrediente seja  extremamente inflamatório.

 

Ingerindo alimentos altamente inflamatórios você danifica ainda mais a saúde do seu corpo.

 

Pão branco, farinha branca, batata, arroz e tantos outros alimentos que são carboidratos simples, em excesso, também contribuem para uma péssima saúde cerebral.

 

A Organização Mundial da Saúde  também nos alerta sobre o consumo regular de carne vermelha, já que ela está diretamente ligada à doenças cardiovasculares. Portanto, o consumo regular deve ser evitado.

 

Uma dieta saudável, entre as que existem, é a chamada “Dieta do Mediterrâneo” que é essencialmente rica em vegetais, folhas escuras, coloridos, carnes brancas e carnes magras, grãos integrais, óleos saudáveis e azeites.

 

Adotando essa dieta você reduz em média 50% das chances de desenvolver a doença de Alzheimer, de acordo com o Dr. Fabiano Moulin.

 

Portanto para manter o cérebro ativo é necessário manter a “Tríade do cérebro Saudável”: Atividade Física, Alimentação e Sono.

 

Essas são dicas que qualquer pessoa pode seguir para melhorar a saúde do cérebro e equilibrar corpo e mente, mas se você, enquanto profissional, quiser potencializar ainda mais sua memória, confira mais três Dicas Bônus!

 

4. TENHA UM CÉREBRO INTELECTUALMENTE ATIVO

 

como-equilibrar-corpo-e-mente

 

Qual foi a última vez que você aprendeu algo novo? Se você é matemático, aprenda a dançar. Se você é dançarino, aprenda química. Desafiar o cérebro a realizar coisas novas, o mantêm ativo e preserva sua juventude.

 

Uma grande parcela da população brasileira ainda não tem como hábito o “estudo constante”. Ainda somos um país onde a grande maioria é semi-analfabeta, analfabeta ou analfabeta funcional. E o cérebro analfabeto tem menos recursos para manter-se aprendendo.

 

Ao longo do século XX, o QI –  índice utilizado pela ciência para medir o Quociente de Inteligência das pessoas –  aumentava a cada década. Mas ao que tudo indica, desde o início do século XXI, o QI das pessoas têm diminuído.

 

Isso tem a ver com o comportamento e o estilo de vida que levamos nos dias de hoje, recebemos muitas informações, seja ela na sua rotina diária quanto na internet e em redes sociais e, absorvemos pouco conhecimento. Por isso, priorize o que vai aprender e defina objetivos para aquele conhecimento que você está adquirindo.

 

Em nosso site por exemplo, além dos conteúdos que você pode ler no Blog, também temos vários materiais educativos –  inclusive gratuitos-  classificados por assuntos, que você pode baixar e estudar de qualquer lugar. Tudo isso para te ajudar a manter o seu cérebro intelectualmente ativo.

 

Vença a preguiça! Desafiar o cérebro pode ser chato e até desgostoso, mas suas recompensas são infinitas.

 

5. PRATIQUE MEDITAÇÃO 

equilibrar-corpo-e-mente

 

É simples e transforma! Para alguns autores, a meditação é uma espécie de “treino da atenção plena à consciência do momento presente”. Estudos também consideram que, na meditação, “a interpretação dos fatos é mais importante do que os fatos em si”.

 

Fato é que, essa prática, tem contribuído de forma significativa para a evolução e desenvolvimento em diversos âmbitos da vida dos praticantes.

 

São raros os casos em que a meditação não é indicada como: esquizofrenia, transtorno de humor e outras doenças psiquiátricas e neurológicas.

 

Dentre os diversos benefícios já observados em praticantes da meditação, é importante destacar a grande influência em mudanças comportamentais.

 

Estudos mostram que a meditação também pode auxiliar na diminuição de pensamentos distrativos e ruminantes, na melhora da atenção, na saúde física e na qualidade das relações familiares e profissionais.

 

Outras pesquisas também apontam que pessoas que praticam meditação há mais tempo e com regularidade, se mostraram mais alegres, estáveis emocionalmente, confiantes e tranquilas.

 

6. OTIMIZE O SEU TEMPO

equilibrar-corpo-e-mente

O tempo é uma das coisas mais valiosas que existem e parece estar diminuindo a cada instante para todos nós. De nada adianta você saber como manter seu corpo e mente equilibrados, se você não sabe como encaixar essas atividades citadas acima na sua rotina diária.

 

Por isso otimizar o tempo para produzir mais e viver melhor é uma necessidade. Sendo assim, quero te indicar a leitura do ebook: 5 Maneiras de Otimizar seu tempo.

 

São 5 maneiras eficientes para otimizar o tempo em uma metodologia simples e facilmente aplicável, permitindo que você produza mais e aproveite as vantagens desse conhecimento.

 

Afinal, todos nós queremos um cérebro saudável e equilíbrio entre corpo & mente, em uma rotina que nos permita otimizar o tempo que possuímos, para ter melhor aproveitamento no trabalho e na vida pessoal.

 

5-maneiras-de-otimizar-o-tempo

 

 

Referências bibliográficas

 

Sobre as horas de sono necessárias:

Hirshkowitz, M., Whiton, K., Albert, S. M., Alessi, C., Bruni, O., DonCarlos, L., … & Neubauer, D. N. (2015). National Sleep Foundation’s sleep time duration recommendations: methodology and results summary. Sleep health, 1(1), 40-43.

 

Relatório da Organização Mundial da Saúde sobre Alzheimer

https://www.who.int/medicines/areas/priority_medicines/BP6_11Alzheimer.pdf

 

Relação entre pouco sono, e sono de má qualidade, e Alzheimer:

Ju, Y. E. S., Lucey, B. P., & Holtzman, D. M. (2014). Sleep and Alzheimer disease pathology—a bidirectional relationship. Nature reviews Neurology, 10(2), 115.

 

Ju, Y. E. S., McLeland, J. S., Toedebusch, C. D., Xiong, C., Fagan, A. M., Duntley, S. P., … & Holtzman, D. M. (2013). Sleep quality and preclinical Alzheimer disease. JAMA neurology, 70(5), 587-593.

 

Vídeo sobre Alzheimer do Dr. Fabiano Moulin, médico neurologista:

https://www.youtube.com/watch?v=yLBMcEMMaKc

 

Brasil é um dos países mais sedentários do mundo:

Althoff, T., Hicks, J. L., King, A. C., Delp, S. L., & Leskovec, J. (2017). Large-scale physical activity data reveal worldwide activity inequality. Nature, 547(7663), 336.

 

Resultados do Brasil no PISA 2018:

https://www.oecd.org/pisa/publications/PISA2018_CN_BRA.pdf

 

Meditação e seus benefícios:

Wright, R. (2017). Why Buddhism is true: The science and philosophy of meditation and enlightenment. Simon and Schuster.

Tags:, ,

3 simples passos para ter funcionários comprometidos

Resumo: Existem 3 simples passos para ter funcionários comprometidos, que qualquer empresa pode aplicar para melhorar os resultados da  equipe no próximo trimestre. E é sobre esses passos que vamos falar neste post.

__________

 

Você gostaria que seu funcionário fosse mais comprometido com a produtividade e tivesse melhores resultados que refletirão na sua empresa mesmo em tempos de instabilidade econômica?

 

E se eu disser que isso é possível se você seguir apenas 3 simples passos, que vou te mostrar agora neste post. Parece interessante não é mesmo?

 

Então, continue comigo e veja se isso é familiar no seu dia-a-dia.

 

Diariamente em minhas conversas com empresários, gerentes de Recursos Humanos e Técnicos de Segurança, me deparo com quase as mesmas dificuldades, quando o assunto é o funcionário.

 

De um modo geral, todos esses problemas estão relacionados à:

 

  • Falta de comprometimento;
  • Desmotivação;
  • Baixa produtividade;
  • E, em casos mais sérios, acidentes de trabalho (por falta de atenção)

 

Muitas vezes, quando o funcionário não consegue separar o lado pessoal do lado profissional, os problemas familiares acabam interferindo e prejudicando o seu desenvolvimento dentro da empresa.

 

Isso acontece pela falta de conscientização em relação as suas obrigações e deveres na construção de resultados pessoais e profissionais para a empresa na qual trabalha.

 

A família é um dos pilares mais importantes das nossas vidas, e é normal agirmos com emoção, afinal, como é que o seu funcionário pode ir trabalhar bem, sabendo que o seu filho esta doente ou com algum problema mais sério, ou até mesmo que tem uma dívida que não consegue pagar?

 

Mas o fato é que, se ele não se conscientiza que a empresa é a continuidade do seu lar, e que é dali que ele tira o sustento para a sua família, ele pode acabar perdendo este emprego por estar cometendo várias gafes no ambiente de trabalho e criar um problema ainda maior.

 

A falta de investimento das empresas nessa conscientização tem levado muitos funcionários ao individualismo e na busca de seus próprios interesses, sendo que na hora da entrevista para o emprego, a preocupação desse funcionário esta em saber quais os benefícios que a empresa tem a oferecer, e não se preocupam em saber o que a empresa espera deles.

 

Mas fique tranquilo. Neste post você vai aprender a administrar melhor todos esses problemas, de uma maneira simples! Por que eu vou te mostrar 3 simples passos que você poderá começar a aplicar agora, para que o seu funcionário se sinta valorizado e  consequentemente mais comprometido com a sua empresa.

 

Afinal, como fazer para ter funcionários comprometidos com a empresa?

Posso apostar que essa deve ter sido uma das repetidas perguntas que você tem feito durante todos os anos de existência da sua empresa, tenho certeza que agora que esta prestes à saber dessas 3 dicas simples que venho dado a maioria das empresas que atendo, você não vai querer ignorá-la, vai?

 

Então preste bastante atenção nessas dicas, que requerem atitudes bem simples, mas com um poder enorme.

 

Passo #1. Faça o seu funcionário te enxergar como amigo e não inimigo.

Infelizmente ainda hoje, o empresário é visto pela maioria dos seus funcionários como o vilão, aquele cara mercenário e egoísta, que só age a seu favor e pensando no seu lucro.

 

Se você acha que passa essa imagem à sua equipe, comece a repensar as suas atitudes, pois o bom líder é aquele que têm aliados e não inimigos. E como fazer isso?

 

  • Mostre aos seus funcionários que você se importa com eles e com os seus problemas, mas em contrapartida, que ele tem obrigações e deveres enquanto profissional dentro da empresa;

 

  • Se o teu funcionário tem algum problema pessoal de urgência para resolver, após avaliar o caso, dê folga para ele. Existem casos que merecem ser avaliados com carinho. Pois como já citei lá e cima, ele pode ter o filho com algum problema de saúde ou até mesmo a esposa, e é melhor ele ter 1, 2, 3 dias de folga, do que acabar se acidentando por falta de atenção e, a empresa ter que arcar com as consequências. Mas, deixe bem claro que ele terá que compensar de outra maneira, esses dias que ele não irá trabalhar. Lembre-se, você também tem problemas, e se sentiria injustiçado se alguém não pudesse compreendê-los.

 

  • Comunique-se de forma clara e objetiva com o seu funcionário: ele precisa entender que é você o Capitão do Barco, mas que ele também pode dar sugestões construtivas e dependendo da sua tarefa ou cargo, até mesmo tomar decisões que não prejudiquem o sistema, ou melhor, o barco.

 

Nós sempre dizemos aos nossos clientes, que a empresa deles é uma grande casa, e que os seus funcionários são os filhos. Para tê-los por perto, você precisa moldá-los! Saber compreender (e não dar tudo), ser amigo e educá-los (dedicarei um tópico exclusivo para discutirmos essa educação).

 

O que você precisa entender com tudo isso que acabei de falar, é que o ser humano age na maioria das vezes pela emoção e, entrando um pouquinho na psicologia, existe um poder para capturar o público, influenciar nas decisões e motivá-los a agir da maneira com que você queira com que eles ajam. E, este poder está relacionado à persuasão, que provem da psicologia social.

 

Através da psicologia da persuasão, nós podemos desenvolver habilidades para exercer influência sobre as decisões das pessoas.

 

O principal objetivo na hora de aplicar a psicologia da persuasão é de conseguir aliados, amigos, ou seja, funcionários mais comprometidos, motivados e por aí vai.

 

Pois quando você faz um favor para alguém, essa pessoa se sente na obrigação de retribuir este favor, para não serem considerados ingratos.

 

Pense em seu dia-a-dia! Por acaso, não é muito mais fácil conseguir que uma pessoa faça algo em que nós estamos interessados, depois de haver recebido um presente (ou uma folga, por exemplo)?

 

Veja bem, usei o exemplo da “folga” aqui apenas para ilustrar a situação, mas que fique bem claro, não estou dizendo que você precisa sair dando folga para os seus funcionários. É você quem sabe, o que dentro da sua empresa, é possível fazer e como dá para agir.

 

Você com certeza deve querer ser visto pelo seu funcionário, como amigo e não como inimigo, porque assim como a psicologia da atração pode exercer um poder positivo no seu dia-a-dia, a falta dele, também pode trazer grandes conflitos.

 

Passo #2. Tenha em sua empresa a política de portas abertas

Uma empresa que faz isso muito bem é Grupo Walmart, que adota a Politica de Portas Abertas, para estimular a comunicação das equipes com as lideranças, encorajando a comunicação de violações às políticas internas ao Código de Ética para a gerencia, ou a área de Recursos Humanos.

 

Em outras palavras você deve fazer o seu funcionário entender que ele também deve participar das tomadas de decisões da empresa.

 

  • Encoraje os a trazer novas ideias, palpites, projetos. Quer alguém melhor do que ele, que esta vendo o problema, sentindo o mercado todos os dias, para solucionar algo que você como empresário, gerente de Recursos Humanos, ou técnico de segurança, não estão vendo?

 

  • Faça uma caixinha de sugestões e coloque na recepção da sua empresa. Tenho plena certeza que as sugestões ou reclamações surgirão para melhorar uma determinada situação.

 

  • Faça todos da sua equipe se conscientizarem das metas diárias, semanais, mensais e até anuais da sua empresa. Quando todos sabem quais são as suas missões e deveres, fica muito mais fácil cobrar os resultados.

 

E este é um dos grandes erros que eu vejo a maioria das empresas cometerem. As metas ficam resguardadas apenas ao Setor Administrativo ou ao Setor Comercial.

 

O seu funcionário precisa sentir que ele tem importância dentro da empresa e que faz parte dessa meta. Caso isso não ocorra, ele vai se sentir apenas mais um e é aí, que você consegue distinguir nitidamente, o bom funcionário, daquele meia boca, que só esta ali, por causa do salário no fim do mês, e não porque esta comprometido com o seu trabalho.

 

Passo #3. Invista na qualificação pessoal e profissional do seu funcionário

Nós acreditamos que uma empresa por si só não move montanhas, e por mais maquinários que tenha, ela ainda precisa de pessoas para manuseá-los. E ter funcionários comprometidos e motivados nos dias de hoje é essencial para o sucesso de qualquer empresa, independente do seu porte.

 

Estamos em um tempo em que não existem milagres, e se você pretende melhorar os resultados da sua empresa, independente da situação econômica atual do país, ter funcionários comprometidos e satisfeitos, e principalmente crescer no próximo trimestre, você precisa investir na sua equipe de trabalho.

 

Somente investindo na capacitação pessoal e profissional dos seus funcionários é que você terá uma equipe motivada, qualificada e principalmente COMPROMETIDA com os resultados da empresa.

 

Treinar e capacitar profissionalmente o seu funcionário, ainda é a única maneira de você reduzir custos dentro da empresa e insatisfações.

 

Funcionário treinado e capacitado sabe qual é o seu papel dentro da empresa… E sabe também que suas ações influenciam diretamente nos resultados da empresa na qual trabalham.

 

Caso o contrário, se não houver este investimento, sua equipe será a mesma:

 

  • A mesma desmotivação;
  • A mesma falta de comprometimento;
  • E talvez os mesmos – resultados – ou até piores – dos últimos anos.

 

E eu tenho certeza que você não quer isso, quer?

 

Pensando nisso criamos um treinamento prático e eficaz que tem como objetivo fazer com que cada participante repense sua atuação na empresa, antecipando-se aos problemas, descobrindo a causa, dando a solução em busca de melhores resultados, assim vendo uma série de problemas no dia a dia.

 

Os Encontros Proativos são treinamentos presenciais que tem como objetivo intermediar na comunicação entre funcionários e líderes de uma empresa, proporcionando assim, a reflexão às mudanças contribuindo no comprometimento organizacional da equipe.
Para destacar-se no mercado não basta ter apenas um produto ou serviço de qualidade, é necessário ter uma equipe motivada, engajada e comprometida com os resultados do seu negócio.

 

É isso que estamos dispostos a fazer por você! Achou interessante, conheça mais sobre os Encontros Proativos e se você for de Curitiba e região metropolitana, solicite uma visita na sua empresa.

 

 

 

Tags:, ,

Visão Sistêmica na Prática: O que é e Como aplicá-la na sua empresa

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre este termo “Visão Sistêmica” na gestão empresarial e talvez até tenha dúvidas do seu significado. Mas afinal, na prática, o que é e como aplicá-a na sua empresa? Neste post explicamos de forma simples e divertida o que é Visão Sistêmica na prática e, como a sua empresa pode aplicar esse conceito no dia a dia e quais são os benefícios de se relacionar de forma sistêmica.


 

Antes de começar a te explicar de fato o que significa Visão Sistêmica, quero que você assista e este vídeo e a princípio divirta-se com a música. Só então, é que vamos analisar o que este grupo musical tem a ver com o nosso assunto.

 

 

Este vídeo exemplifica de forma bem fácil e ilustrativa qual é a visão sistêmica que você e uma empresa devem ter nos dias de hoje para se adaptarem a este novo momento.

 

No vídeo, cada indivíduo representa uma parte do sistema (um departamento ou setor, por exemplo), que devem se relacionar entre si de maneira direta ou indireta para que todos juntos, formem um grupo musical e garantam uma música com excelente resultado.

 

Se o vídeo mostrasse somente um deles, provavelmente o resultado não seria tão legal, quanto o resultado do todo. A este fato podemos chamar de visão sistêmica, que é quando o indivíduo compreende qual é o seu papel e atribuições dentro da organização, e como se comunicar com outros setores para que os resultados como um todo, sejam atingidos como o previsto.

 

Aí você deve estar se perguntando: “Ok! Quais são os benefícios de me relacionar de forma sistêmica na minha empresa? ”

 

Por isso vou te mostrar alguns desses benefícios:

 

  1. Tomada de decisão mais estratégica
  2. Avaliação continua para evitar falhas e imprevistos
  3. Melhoria na capacidade da análise crítica
  4. Autoconhecimento
  5. Atingir os resultados e metas
  6. Realizar o trabalho com eficácia e eficiência
  7. Entre outras…

 

Claro que entender a empresa como um organismo vivo e sistêmico não é tarefa fácil, até porque vivemos durante anos em um sistema linear, dividido, onde cada um cuidava do seu quadrado.

 

Mas compreender a empresa como um todo facilita não só o entendimento do seu papel enquanto profissional, como te ajuda a se adaptar em qualquer situação da empresa e do mundo com mais facilidade. Já falamos um pouco sobre essas adaptações neste post aqui: 5 habilidades que o profissional do futuro precisa adquirir.

 

Palma, palma, não “priemos cânicos”  – Já dizia Chapolin Colorado. Apenas abra a sua cabeça e seus olhos para enxergar essa nova visão de mercado e continue acompanhando nossos posts. Tem muito material bom para sair por aqui!

 

____

Tags:

5 habilidades que o profissional do futuro-presente precisa desenvolver

Inovar não significa criar coisas novas, isso chama-se Invenção. Inovação significa dar soluções novas para problemas antigos. Se essa ideia for aceita por um grupo de pessoas, e essas mesmas pessoas pagam por ela, você acaba de INOVAR  no seu mercado.

 

De um modo geral, nós já estamos vivendo e nos adaptando às 4 grandes mudanças que regem o mercado econômico  há algum tempo,  mas talvez só agora que você tenha se dado conta disso. Você já está respirando este “arzinho” de mudança consistentes há pelo menos uns 10 anos.

 

Pra mim por exemplo, depois de 2013 quando comprei meu primeiro Iphone 4S, o mundo ficou mais rápido e com mais informações. Pelo menos esse foi o impacto que esse objeto inteligente –  de não mais que 10 cm – causou na minha vida.

 

Perceber o que acontece no mundo ao seu redor é essencial para entender como explorá-lo da melhor forma e para isso, já existe até uma profissão chamada “Coolhunter”,  que significa “Caçador de Tendências”, onde esses profissionais mapeiam tendências diversas para determinados setores da indústria e mercados. Legal né?

 

Mas em se falando de desenvolvimento profissional, segundo Murilo Gun  – Palestrante, Professor de Criatividade e Fundador da Keep Learning School – existem 5 grandes tendências ou como ele prefere chamar “Habilidades do Futuro Presente”  essenciais para os  profissionais começarem a desenvolver e colocarem em prática hoje mesmo, na sua carreira e empresa.

 

Então, continue lendo e veja cada uma delas.

 

1º Habilidade: Inteligência Intrapessoal

A grande vantagem de “ser humano” – enquanto espécie – é SER humano – do verbo SER-.

 

Calma, já vou explicar. Um ser humano que pensa, que fala, que age por meio de razões e emoções, e que tem a capacidade de se conectar consigo mesmo.

 

De acordo com a Teoria das Múltiplas Inteligências de Howard Gardner – psicólogo cognitivo e educacional – a inteligência essencial para se desenvolver como a primeira habilidade é a Inteligência Intrapessoal.

 

Conhecer-se como ser humano é a habilidade que você precisa desenvolver para se dar bem neste mundo complexo, e isso envolve:

 

  • Autoconhecimento
  • Autocontrole (controlar seus medos, vícios, emoções…)
  • Gerir seus hábitos
  • Ter a capacidade de dominar tudo o que te causa estresse.

 

2º Habilidade – Inteligência Interpessoal

Mais uma da Teoria das Múltiplas Inteligências de Gardner é a Inteligência Interpessoal, que é a habilidade de se relacionar com outras pessoas. Sua essência trata-se de:

 

  • Entender o desejo dos outros, as intenções, os valores, os pensamentos e as emoções.
  • Se conectar com as outras pessoas
  • Ter empatia pelo outro

 

Pessoas com essas habilidades se relacionam bem com outras pessoas, tanto na vida pessoal quanto na profissional.

 

As Inteligências Intra e Inter Pessoal são as habilidades decisivas para o futuro da humanidade.

 

3º  Habilidade: Inteligência Criativa

“Criatividade é uma ferramenta para resolver problemas” – Murilo Gun

 

Todos nós nascemos criativos – uns mais outros menos – mas ao longo de nossas vidas, no meio do caminho, a espontaneidade criativa e as habilidades de criação vão se perdendo.

 

Para ter criatividade não é necessário ser artista. Para ser uma pessoa criativa basta usar a criatividade como uma ferramenta para criar coisas novas para problemas antigos.

 

Ok, já entendi. Mas como faz isso então?

 

Bom, só tem uma alternativa… Aumentar o seu repertório de conhecimentos e combiná-la às variadas informações que você já têm, somadas às suas experiências adquiridas  – de forma teórica e empírica –  ao longa da sua vida.

 

Simples né?

 

4º  Habilidade: Inteligência Inter Artificial

Você sabia que habilidades como: Ver, falar, ouvir, e tatear, já não são mais habilidades apenas para nós seres humanos? E que os robôs também já podem fazer isso, e digo que muito melhor do que a gente?

 

Por isso a quarta habilidade está muito ligada à tecnologia, e às forças da Automação e Conectividade. Sendo assim, precisamos aprender a lidar com os nossos amigos “homoartificiales” por meio da inteligência inter artificial.

 

5º  Habilidade: Inteligência Aprendedora

A quinta e última habilidade é a Inteligência Aprendedora – como chama o próprio Murilo Gun – . Assim como vamos perdendo nossa criatividade ao longo da vida, também perdemos nossa “sede” de aprender.

 

Nascemos extremamente autodidatas, mas por algum motivo, deixamos de ser curiosos e de nos auto educarmos. Um pouco dessa culpa atribuo ao modelo educacional de aprendizado das escolas, principalmente as de ensino público, que é pouco ou quase nada interessantes. Quer ver um exemplo:

 

Pra que mesmo estudamos “Fórmula de Báskara”? E tangente, cosseno e seno?

 

Talvez se lá nos meus tempos de ensino médio eu tivesse aprendido na aula de Física do professor Geraldo, que a “Física Quântica”  – utilizada de forma otimizada através da “Lei da Atração” de Newton –  seria a fonte de conhecimento mais importante para atrair prosperidade e gerar energias positivas na minha vida,  eu possivelmente teria prestado mais atenção na aula e estaria muito melhor do que estou hoje, tendo que aprender tudo isso por conta própria.

 

Precisamos aprender a aprender. Aprender para educar as crianças. Só assim não seremos engolidos por este mundo complexo e nem afogados neste mar de tantas informações.

 

Resumindo…

Resumindo este post, as  5 habilidades que o profissional do futuro-presente precisa desenvolver é:

 

  1. Inteligência Intrapessoal
  2. Inteligência Interpessoal
  3. Inteligência Criativa
  4. Inteligência Inter Artificial
  5. Inteligência Aprendedora

 

Até o momento presente, somos os seres mais inteligentes da face da terra, com capacidades e habilidades mentais e físicas que até então nenhum outro SER tem, por isso, entender que  é necessário adquirir novas habilidades para se destacar enquanto profissional,  no mercado de trabalho, são os diferenciais que farão você sobreviver há tantas mudanças.

 

Agora é inegável que “Seres Humanos Robôs”  serão substituídos sem sombra de dúvidas pela Automação. E entenda-se como “Seres Humanos Robôs” aquelas pessoas que fazem a grande maioria das coisas no Piloto Automático dentro de uma empresa, aquele que tem preguiça até de falar, quem dirá pensar de forma estratégica para colaborar com o sistema.

 

E se você  meu amigo, se enxergou como esse “Ser Humano Robô”, menos mal – “Antes tarde do que nunca” – então desenvolva essas 5 habilidades que falei por aqui o quanto antes, antes mesmo de ser substituído pela Automação, porque o futuro é esse e quanto as tendências de mercado não temos como discutir.

 


Este post é retirado de um trecho da palestra: “Para onde caminha a humanidade” da Garbor in Company

Tags:,

4 grandes sinais que regem as mudanças no mercado econômico que você não deve ignorar

Que o mundo está mudando nós já sabemos, mas será que estamos entendendo de fato, essas mudanças?

Será que nós sabemos para onde caminha a humanidade?

Será que você, enquanto profissional, sabe como se adaptar ou se preparar para este mercado?

 

Neste post quero te dar uma visão ampla sobre quais são as 4 grandes forças que regem as mudanças no mercado econômico e como elas estão impactando as organizações, as profissões e a humanidade. Já vou logo afirmando…  Você não deve ignorá-las.

 

O mundo atual é complexo

 

Até o presente momento já deu para entender e sentir que o mercado de trabalho está mudando e que existem novas habilidades e inteligências extras que o profissional precisa desenvolver para se manter atualizado, além daquelas específicas que são importantes para o desenvolvimento de uma certa atividade ou cargos, como os de um engenheiro, médico e advogado, por exemplo.

 

Mas o mundo atual é complexo e as coisas estão sempre inter-relacionadas, intercaladas, interligadas e interdependentes, ou seja, o mundo está cada vez mais complexo, de fato!

 

Nós estamos em uma Era de Mudança ou em uma Mudança de Era?

“Nós não estamos passando por uma era de mudanças, nós estamos passando por uma mudança de era”. – Murilo Gun.

 

Todo mundo um dia já estudou isso na escola – ainda mais se você, que está lendo este post, pertence ao formato brasileiro do ensino tradicional presente até os dias de hoje – então, apenas para relembrar… Na história da humanidade nós já vivemos três grandes etapas da Revolução Industrial:

 

  • Era da Industrialização Clássica (1900 a 1950)
  • Era da Industrialização Neoclássica (1950 a 1990)
  • Era da Informação (a partir de 1990)

 

Aqui apresento um panorama geral sobre essas três Eras da Revolução Industrial e o reflexo no mercado de trabalho para aquelas organizações que não estão conseguindo se adaptar à essas diferentes eras nos dias de hoje.

 

Para esta última Era, que é a que mais nos interessa neste contexto, alguns autores ainda a chamam de:

  • Era do Conhecimento – Marc Haley
  • Era Caórdica – Dee Kock
  • Era da Colaboração – Dom Tapscot
  • Era da Abundância – Peter Diamonds
  • Era Exponencial – Singularity University
  • Era Pós Digital – Walter Longo
  • Quarta Evolução Industrial – Klaus Schab

 

Não importa os nomes que se dão a este novo momento, o que você precisa entender mesmo, é que as coisas estão mudando com uma velocidade nunca visto antes, e que para sobreviver e se adaptar a este mundo complexo, é necessário mudar a forma de pensar.

 

Aqui listo cinco pontos importantes que te ajudam a entender como começar essa mudança.

 

  1. Aceite que o mundo é complexo e que você vai precisar mudar
  2. Conforme-se que você não conseguirá entender tudo, o mundo é complexo mesmo.
  3. Entender quais são as principais forças que estão moldando o mercado de trabalho.
  4. Analisar quais são as habilidades que você precisa desenvolver para viver e não apenas sobreviver.
  5. Começar!

 

Já dizia o grande físico Albert Einstein:

“Insanidade é fazer as coisas do mesmo jeito esperando resultados diferentes”.

 

4 grandes sinais que regem as mudanças no mercado econômico

Para te ajudar a entender quais são as quatro grandes forças que regem as mudanças no mercado econômico e que podem atingir você e o seu mercado, é necessário entender o que têm acontecido em nosso comportamento e na forma com a qual consumimos produtos e serviços os dias de hoje.

 

1. PLANETA TERRA CHAMANDO…

 

Nunca antes na história da humanidade falou-se tanto na importância de cuidar do Planeta Terra como agora. Nosso Planeta está nos chamando a atenção toda vez que acontece alguma terrível catástrofe natural, e de fato, se não começarmos a cuidar dele agora, não sobreviveremos aqui por muito tempo.

 

Por isso temas como: Economia Compartilhada, Economia Circular, Sustentabilidade, Consumo Consciente e Reciclagem são palavras que as organizações precisam incorporar ao seu plano estratégico como medidas de ação para se manterem competitivas no mercado.

 

2. CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO

 

O mundo está abarrotado de pessoas, e estamos vivendo cada vez mais em um busão lotado em horário de pico, se não fosse pelo fato de que a nossa situação é um pouco pior, já que a lotação é constante.

 

Em alguns países do mundo existe uma alta taxa de natalidade, enquanto em outros, o aumento da expectativa de vida. No meio do caminho, jovens cruzam com seus avós, já aposentados, nos corredores da mesma empresa como colegas de trabalho. Que mudança hein!

 

Mais uma vez na história da humanidade este fato é inédito, uma miscelânea de gerações em diversos contextos sociais, principalmente no ambiente de trabalho e, a necessidade de adaptação a fim de melhorar a convivência entre elas.

 

Além é claro dos novos tipos de relacionamentos tanto no contexto familiar, quanto no profissional que acabam surgindo.

 

De olho nessas diversidades de informações e necessidades, quantas profissões novas não podem surgir? Fica aí uma questão a ser respondida por você.

 

A matemática ainda continua sendo simples: Mais pessoas, somado a mais problemas a serem resolvidos é igual a mais soluções. Pense nisso!

 

3. AUTOMOAÇÃO

 

Todo trabalho que for linear, repetitivo e programado vai sofrer um impacto imediato, por menor que seja.

 

Pensa rápido: Quantas profissões que você conhece foram extinguidas ou substituídas por uma máquina nos últimos 20 anos?

 

Resposta: Datilógrafo, Caixas de banco e de supermercados, Telemarketing, Call Center (aqueles em que as pessoas já eram robôs antes mesmo de serem substituídos por um) e por aí vai.

 

Estima-se que em 2030 para cada dez empregos, quatro serão extinguidos do mapa e, os outros seis, de alguma forma, serão impactados por toda essa automação.

 

4. CONECTIVIDADE

 

Uma frase muito marcante nos anos 80 foi a do Velho Guerreiro Chacrinha que dizia: “Quem não se comunica se trumbica” e outra que pode se tornar marcante em pleno século XXI é a inventada por mim mesma: “Quem não se conecta fica – literalmente- perdido”.

 

Caso tenha batido palma…Obrigada! De nada.

 

Tudo hoje, se pararmos para analisar está conectado a algo. Estamos cada vez mais dependentes da tecnologia e conectados a ela. Até pessoas serem marcadas com um chip – que até então era absurdo de pensar – já estamos considerando.

 

O mundo dos “ Os Jetsons” está cada vez mais próximo de nós! E ainda teve gente que duvidava que uma família em 2062 pudesse viver com grandes avanços tecnológicos, como carros voadores, cidades suspensas, trabalho automatizado, toda a interatividade de aparelhos eletrodomésticos e de entretenimento, robôs como criados e tudo o que se pode imaginar para o futuro.

 

Hoje, 2062 está logo aí, e já é possível imaginar tudo isso e muito mais. Mas em 1962 – ano da primeira exibição do desenho – era um absurdo pensar que 56 anos à frente, aconteceriam todas essas transformações.

 

Ouso a dizer que se nesta época existisse a Inquisição Santa, a dupla Hanna-Barbera certamente teriam sido queimadas na fogueira santa acusadas de bruxaria. Só pode!

 

RESUMINDO…

Então para encerrarmos este capítulo, as quatro grandes forças que já estão acontecendo, aqui e agora, e impactando na mudança significativa dos nossos hábitos são: Cuidado com o Meio Ambiente, Crescimento da População, Automação e Conectividade.

 

Agora basta saber, quais são as novas habilidades que você precisa desenvolver para se adaptar a este mundo complexo… Mas este é assunto para o post da semana que vem!

 

Tags: